Pessoa segurando saco branco em fundo azul

Um dinheirinho a mais é sempre bem-vindo, principalmente quando se trata de 13°, que é um benefício que pode fazer toda a diferença no bolso dos trabalhadores brasileiros.

Mais isso não significa que, devido ter essa entrada de dinheiro “extra”, você irá gastar de qualquer maneira!

No dicas para poupar, você terá acesso a várias dicas para fazer com que o seu dinheiro trabalhe por você!

O fim do ano se aproxima e com ele vem o cheiro do 13º salário, você já deve esta ansioso para recebe-lo ou até feito muitos planos contando com ele.

E embora exista inúmeras formas de contratação, ainda existe um grande número de trabalhadores em nosso país, que se enquadram no regime CLT.

Em suma, os trabalhadores que se enquadram no regime CLT, ou seja, com registro em carteira, tem esse direito a receber.

Você já sabe o que fazer com seu 13° salário?

Se não faz a menor ideia ou pensou em comprar algo supérfluo, estamos aqui para te ajudar a tomar sua decisão de forma mais assertiva.

Pois ele pode lhe proporcionar varrias alternativas, pois pode ser que ele traga um alívio para contas atrasadas ou ser visto como uma boa oportunidade para começar a investir.

Portanto, você já tem que começar a definir seu objetivo para esse montante, comece a se perguntar, já tenho determinado o objetivo? Vou investir? ou usá-lo para quitar dívida?

No entanto você precisa encarar seu 13º salário como um dinheiro que deve se multiplicar!

Não deixe de conferir as nossas dicas.

Mãos debaixo de uma lâmpada flutuante com luz de forma cerebral.
Novas dicas.

E você deve ainda está se perguntando, qual a melhor estratégia financeira para usar com esse dinheiro extra?

O que você tem que saber é como usar o seu dinheiro de forma saudável, sim esse termo cai muito bem, você precisa ter uma saúde financeira boa.

Portanto, evitando cair na tentação de gastar tudo, sem pensar nos seus compromissos, principalmente durante a Black Friday!

Então você deve começar sabendo como esta sua vida financeira atualmente, ela servirá como um guia, pois através dela você saberá para onde ir.

DICA 01: QUITAR AS DÍVIDAS

Se você se encontra endividado, saldar as dívidas, principalmente se estiverem em atraso, é uma boa alternativa, trate-a como uma prioridade.

Especialmente quando você está lidando com dívidas caras que geram juros, como cartões de crédito que é um vilão, cheque especial e etc.

Pessoa escrevendo com dinheiro na mesa.
Quitar as dividas.

DICA 02: COMECE A FORMAR SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA.

Ter uma reserva de emergência é essencial para qualquer pessoa e até mesmo para segurança de toda a  família.

E isso ficou bem evidente depois da crise que se instalou, não só no nosso país, durante a pandemia do Corona vírus.

Mais do que nunca, está claro que ninguém sabe o que acontecerá no futuro e aquela velha e boa frase “melhor prevenir do que remediar” nunca fez mais sentido como agora.

Pote de vidro com moedas dentro e fora com rotulo de emergência em fundo brando.
Reserva de emergência.

A reserva é o dinheiro que fica guardado para ser usado em algum imprevisto, como em caso de desemprego, doença, veiculo danificado e etc…

Portanto, o ideal é que sua a reserva financeira seja aplicada em investimentos de alta liquidez, com baixo risco e uma rentabilidade no mínimo razoável.

Resumindo, fuja da poupança!!!

Uma boa alternativa, seria aplicar no Tesouro direto, seguida pelos CDBs com liquidez diária.

Contas digitais como Nu Bank, PicPay e similares também podem ser pensadas como outras opções, mas nesse caso, tem que haver um cuidado maior.

DICA 03: PREVISÃO DE DESPESAS FUTURAS.

Mesmo depois de analisar e saber qual é a sua situação financeira e perceber que tudo está indo bem, tenho que informar que mesmo assim, ainda não é hora de usar o 13° de qualquer maneira.

Sabe aquelas despesas que vem juntamente com o início do ano?

É, estou falando daquela despesa que deixam você, já no primeiro mês do ano com as finanças apertadas.

Podemos citar algumas, como material escolar para crianças, IPVA, IPTU, essas são apenas algumas das suas despesas “futuras” já previstas.

Portanto, liste as despesas que estão previstas, ou seja, pegue até mesmo um caderninho, anote as dívidas que você sabe que terá aparte de janeiro.

Por exemplo, se você tem algum transporte como moto ou carro, já sabe que não tem como fugir, o IPVA deverá ser pago.

Agora você deve se programar, isso de acordo com o seu orçamento, através dele, você saberá se da pra ser pago avista, que é o ideal, ou se tem disponível a segunda alternativa, que é o parcelamento.

De qualquer maneira, se planeje, pois não da pra adiar algo que pode trazer muitos transtornos e acabar desequilibrando suas finanças.

Por exemplo, ao ser parado (a) em uma blitz e ter seu veiculo apreendido e ainda ser multado, isso poderá te levar a ter um custo muito maior.

Pessoa calculando com papeis e caneta na mesa, segurando papel na outra mão.
Previsão de despesas futuras.

Outra situação é o material escolar das crianças, se você tem filhos já inclua isso no seu orçamento.

Uma dica, se estiver como, compre antes do período escolar, pois nele geralmente se tem alta nos preços devido as grandes demandas.

Contudo, esses foram alguns exemplos, mais segue esse raciocínio de acordo com as suas necessidades.

Além do mais, você pode não ter veículos ou filhos, mais se tiver um casa, o IPTU deverá esta no seu planejamento por exemplo.

Portanto, é aconselhável aguardar seu decimo terceiro ou ao menos uma parte dele para poder pagar essas despesas sem a necessidade de parcelamento.

DICA 04: INVESTINDO SEU 13°.

Depois de ter feito seu planejamento financeiro e saber em qual situação você se encontra atualmente, as oportunidades de aplicação desse dinheiro extra são muito mais amplas e uma dessas oportunidades é investir.

Mais lembre-se, não invista se você tem dívidas, se você fizer isso sem ter uma reserva de emergência e acontecer algum imprevisto, você se vera na situação em que terá que solicitar o resgate antecipado da sua aplicação, e se não estiver cuidado, isso lhe trará prejuízo.

Uma mulher pensando enquanto segura dinheiro na mão.
Investindo seu º13.

Você pode começar aplicando seu decimo terceiro em Carteiras digitais com rentabilidade superior a 100% do CDI por exemplo, são ótimas opções principalmente para iniciantes.

É claro que os lucros com esse tipo de aplicação são menores, mas existem opções de carteiras digitais com maior retorno.

Existe também outras alternativa, investimento por meio de corretora, procure por uma que ofereçam opções e que são atrativas para você.

E então fique atento às metas traçadas, ou seja, qual destino dará a esse dinheiro e calcule os prazos para aproveitar ainda mais os lucros, ok?

Existem também outras formas de aplicação do 13º salário, como o fundo de investimento.

Então, multiplicar esse dinheiro é uma forma muito interessante se você está com sua vida financeira caracterizada como saldável.

Me diz ai, depois dessas dicas, qual destino você dará para o seu decimo terceiro?

Esperamos que esse dinheiro faça muita diferença, que some positivamente em suas finanças, até breve!

Próximo artigoComo guardar dinheiro ganhando um salário mínimo?
Meu nome é Dalila Lima, tenho 25 anos, graduada em administração de empresas e pós graduada em MBA em gestão de recursos humanos e desenvolvimento de equipes. Atualmente trabalho na gestão financeira de uma das maiores academias da minha cidade. Apaixonada pelo setor financeiro e econômico, sempre que tenho algum tempo estou me aprimorando e buscando tudo o que existe atualmente, a fim de agregar conhecimento e compartilhar com todos que desejam a tão esperada liberdade financeira. “Só uma pessoa pode mudar a sua vida: você”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui